Networking: Conexões que promovem seu Sucesso

Networking: Conexões que promovem seu Sucesso

O que é networking e por que é tão importante?

“Quem não é visto, não é lembrado”. Este ditado popular evidencia a importância de manter uma rede de relacionamentos. O networking, termo tão presente no universo corporativo, é um elemento essencial para o desenvolvimento da carreira. Através dele, você fica por dentro das atualizações do mercado, conhece pessoas influentes, constrói parcerias e expande as possibilidades.

Talvez nunca se tenha feito tanto networking como atualmente. Sem dúvida, com as redes sociais e as facilidades que temos hoje para nos conectarmos às pessoas, a quantidade de relacionamentos de cada pessoa vem aumentando e se intensificando. No entanto, muito embora a palavra “networking” talvez tenha ganhado mais força ainda recentemente, o significado dela sempre existiu.

Networking é uma palavra da língua inglesa que nasce da junção de duas palavras: net (rede) e work (trabalho), que quando unidas e colocadas no gerúndio (ing), significam atividade de criação, desenvolvimento e manutenção de uma rede de relacionamentos.

Esta atividade é realizada por meio do aumento e intensificação de contatos pessoais, troca de informações, conselhos, oportunidades profissionais ou de negócios. Diferentemente do que alguns pensam, networking é uma rede de relacionamentos formada não apenas por pessoas do âmbito profissional, mas também por todas as pessoas que, de alguma forma, se relacionam com o indivíduo em diversas esferas sociais: família, amigos, colegas de escola, do trabalho e de outras atividades.

A prática do Networking infelizmente ainda é vista como algo forçado, como se os profissionais quisessem impor sua presença aos demais. Um erro muito comum que contribui para essa percepção errônea é que algumas pessoas entram em contato apenas quando surge alguma necessidade, soando como falsa aproximação.

Entretanto, formar uma boa rede de contatos pode sim, garantir excelentes oportunidades e acelerar o seu sucesso, porém demanda tempo e planejamento.

É necessário criar vínculos de forma natural, funciona como uma via de mão dupla, em que deve haver a troca de informações, conhecimentos, indicações e ajuda mútua, trazendo benefícios reais para ambas as partes.

Como fazer para conquistar, manter e ampliar uma boa rede de contatos?

Primeiramente, é importante definir o que é “uma boa rede de contatos”. Aqui falamos de quantidade e de qualidade. No entanto, não importa se o assunto seja quantidade ou qualidade, há um ditado que se encaixa muito bem neste momento, que diz: “Em vez de caçar borboletas, cuide do seu jardim que elas virão até você”. Portanto, construa e mantenha belo e agradável o seu jardim, ou em outras palavras: seja atraente!

Ser atraente é algo muito subjetivo e difícil de ser descrito. No entanto, algumas ações poderão ajudar você a caminhar nesta direção.

Não é atraente quem é mentiroso, falso ou dissimulado. Também não é atraente o orgulhoso, pedante ou arrogante. Tampouco é atraente o chato, inoportuno e grudento. O atraente não só fala, mas sabe ouvir e é paciente. Demonstra interesse no outro ao conversar. Evita julgar. Não fala mal de terceiros, pois se assim o fizer, demonstrará ao seu interlocutor que poderá fazer o mesmo com relação a ele.

Por outro lado, uma personalidade atraente significa ser educado, cortês, elegante, amigável, afável, sociável, gentil e simpático. Seja alegre! A alegria atraí e contagia os outros. Mas principalmente, cultive bons valores, tais como honestidade, integridade, ser verdadeiro, não mentir, busque a paz e manter a palavra dada.

Outra forma de desenvolver uma personalidade atraente é andar com boas pessoas, que tenham bons valores, busquem a paz e se envolvam em projetos saudáveis. Evite as más companhias, pois muito do que você é ou será virá daqueles com quem você se associa. Há uma passagem num grande livro que diz: “Quem anda com pessoas sábias tornar-se-á sábio, mas irá mal com aquele que tem tratos com os estúpidos”.

Cultivando uma personalidade bonita e atraente, você estimulará outros, que assim como você também têm personalidade bonita, a se aproximarem de você, além de manter aqueles que você já conhece.

Por onde circular

Outro ponto importante a se preocupar é o meio pelo qual você circula. Ele será preponderante para determinar que tipo de pessoas irá conhecer.

Em alguns meios é simplesmente natural formar relacionamentos, tais como a família, a escola e nosso trabalho. No entanto, além destes, você poderá procurar lugares e situações que proporcionem oportunidades de conhecer novas pessoas, o que ajudará na ampliação da sua rede de relacionamento. Neste sentido, você poderá se associar a um clube, fazer cursos, interagir com grupos com os quais tenha afinidades, ter hobbies, praticar atividades esportivas, participar de ONGs, envolver-se em trabalhos voluntários ou outras atividades que poderão lhe apresentar novas pessoas e naturalmente ampliar seu networking.

Como lidar com seus contatos

Uma vez que você se comporte de uma maneira agradável e circule em bons meios, você já passará a atrair pessoas. Assim que isso estiver acontecendo, você precisará dedicar tempo e energia para manter sua rede de contatos.

No entanto, é importante perceber que será necessário investir energia e tempo, e que estes recursos são limitados. Quanto maior a quantidade de pessoas com quem nos relacionamos, maior o tempo e a energia que terá de despender, caso contrário todos os relacionamentos permanecerão rasos. Assim, é muito importante saber dosar bem a quantidade de pessoas, bem como o foco das atenções. Com tudo isso, percebemos que, para criar, desenvolver e manter uma rede de relacionamentos, é preciso investir tempo e energia com regularidade e paciência.

Em cinco tópicos, como ter um bom networking?

  1. Cuide do seu jardim, sendo sempre agradável e atraente.
  2. Aumente seu círculo de atividades, procurando sempre interagir com mais pessoas.
  3. Escolha os contatos em que deseja investir tempo e energia, levando em consideração que você também deverá ter algo a oferecer neste relacionamento.
  4. Invista tempo e energia de forma a manter, de maneira saudável e harmoniosa, uma boa relação com estes.
  5. Saiba respeitar os momentos de dificuldade do seu contato e nunca force ou cobre nada, para manter suas conexões duradouras e agradáveis.

Fontes: 

Blog Curriculum  / Portal IBC

Outros posts